15 de jan de 2017

Canal Ouvi Por Aí

Depois de muito tempo ensaiando iniciar um canal para o youtube do blog Ouvi Por Aí, finalmente decidi driblar a timidez e os empecilhos para colocar este projeto em prática. Como alguns de vocês sabem já fiz um vídeo para o youtube, mais precisamente um cover da Amy Winehouse. Decidi deixar o canal no qual postei este cover especificamente para esta finalidade: explorar o meu lado musical e arquivar meu crescimento. E o conteúdo em vídeo sobre o blog será postado em um canal destinado apenas para isto. Acho que desta forma fica mais organizado, mais fácil para eu me atentar a direitos autorais do canal de cover e é melhor inclusive para o público a que se destina cada canal. Algumas pessoas se interessam mais em vlogs enquanto outras preferem covers... E tem gente que gosta dos dois!  

O canal foi inaugurado no dia 14/01/2017 e hoje, dois dias depois, já tem dois vídeos! O primeiro foi uma breve apresentação do blog e da história por trás da criação. De certa forma, acabei por contar um pouco sobre mim também. Postei este vídeo até mesmo na minha página pessoal do facebook, expondo para amigos e familiares e me senti muito bem ao fazer isso. Só eu sei o tanto de coragem que este pequeno ato me custou. Sei que, apesar da vergonha inicial que tive, eles são as pessoas que mais me darão apoio genuíno neste início. Valeu à pena, recebi um carinho lindo e que nunca vou esquecer! 

O segundo vídeo é sobre valorizar mais nossos artistas. Ao apresentar o blog no primeiro vídeo me esqueci de mencionar algo muito importante que faço por aqui, que é a seção "talentos", na qual indico alguns artistas. Este esquecimento foi até bom, pois me rendeu assunto para um vídeo inteiro!

Ainda acho que me expresso melhor escrevendo do que falando. Mas sei perfeitamente da importância da desenvoltura na fala, e acredito que topar este desafio de gravar vídeos pode ser uma ferramenta incrível para minha evolução nesse aspecto. E vai ser muito interessante ter tudo documentado para eu mesma comparar futuramente se melhorei ou não!

Deixarei abaixo os vídeos mencionados neste post, estou totalmente aberta para críticas construtivas, mas desde que tomem cuidado com as palavras, nada ofensivo por favor, tá?



Peço que caso tenha gostado por favor se inscreva no canal, curta e compartilhe os vídeos!

10 de jan de 2017

Entrevista: Músicas Gospel

Este blog não tem restrição quanto a estilos musicais. Aqui falo sobre todos, deixando o preconceito musical de lado e tentando desconstruir o mesmo, pois acredito que isso impede muita gente de conhecer artistas novos com potencial. Não estou dizendo que todos devemos gostar de todos estilos musicais. Tá liberado ter seu gosto próprio quanto às músicas e gêneros musicais, mas não tá liberado desrespeitar os estilos que não gosta, e nem torcer o nariz antes de conhecer coisas novas. Afinal, você pode ter dito a vida toda que não gosta de determinado estilo e descobrir alguma música em especial do mesmo que faça o seu coração bater mais forte.

Recentemente recebi algumas sugestões para fazer posts sobre música gospel, que por não ser muito minha praia, não tenho propriedade para falar do assunto. Mas quero conhecer mais e estou doida pra explorar este universo! Mesmo eu não tendo religião e consequentemente eu não sou o público alvo principal do gospel, acredito ser algo extremamente importante para nossa cultura.

Decidi então fazer este post em forma de entrevista. Entrei em contato com a Jennifer Constantino, que curte este estilo musical e pode falar sobre o gospel de uma forma bem melhor do que eu falaria para vocês. Espero que gostem da entrevista da mesma forma que gostei realizá-la!

1) Antes de tudo, muito obrigada por colaborar com o Ouvi Por Aí neste post, aceitando realizar esta entrevista! Por favor, faça uma breve apresentação sua e do seu blog para que meus leitores a conheça melhor.

Olá, o prazer é meu em conceder essa entrevista <3 Então, meu nome é Jennifer Constantino dos Santos, mas podem me chamar de Jenni. Tenho 18 anos, sou catarinense, Técnica em Administração, e atualmente estou cursando Licenciatura em História. Em novembro de 2015 criei o blog Verifique a Página, onde compartilho com as pessoas um pedaçinho do meu mundo. Lá falo sobre vida cristã, compartilho as minhas viagens (que não foram muitas até agora), faço indicações literárias, escrevo crônicas, e através do projeto “Qual Curso Escolher?” faço entrevistas com acadêmicos sobre os seus respectivos cursos para ajudar os estudantes de ensino médio no processo de escolha da sua graduação.

2) Quais são seus estilos musicais favoritos? Tem algum motivo especial?

Sou bem eclética, então se a letra da música e a batida me agradarem, eu ouço. Nada muito especial quanto a isso. Gosto bastante de música pop (e pop rock). Mas algo que definitivamente não faz parte da minha playlist é sertanejo e funk.

3) Considerando que este post específico é mais voltado para o estilo musical gospel, qual música você indicaria para uma pessoa que nunca teve contato com este estilo?

A música gospel tem como objetivo louvar, adorar e dar graças a Deus. E muitas das vezes elas fazem isso direta, ou indiretamente. Como é o caso da música "Ame mais, julgue menos", da Marcela Taís (cantora e compositora brasileira). Para quem nunca teve contato com músicas do gênero gospel, recomendo que ouça também "God's not dead", da banda australiana Newsboys. A letra dela traduz tudo aquilo que nós cristãos acreditamos.

4) Ainda sobre este estilo, qual música é a sua favorita? Tem alguma música em especial que você indicaria para alguma pessoa que está passando por algum momento difícil? E alguma música para uma pessoa que está num momento muito pleno e feliz?

No momento eu não tenho nenhuma música especifica que seja a minha favorita, mas com certeza o meu album favorito (que por sinal é o que mais tenho ouvido nos últimos meses) é  "Moderno à moda antiga", da Marcela Taís. E para quem está passando por momentos difíceis recomendo que ouça "Os sonhos de Deus", do Nani Azevedo. Essa música mexe muito comigo, e sempre que estou triste procuro cantá-la, pois me ajuda a dar forças para seguir em frente. Um música para alguém que esteja muito pleno e feliz? Olha, só consigo lembrar de "Pequenas alegrias", da Marcela Taís, que fala exatamente sobre essa felicidade quase plena. E segundo a letra dessa música, nós seríamos felizes todos os dias se déssemos valor aos pequenos bons momentos do nosso dia-a-dia. Algo que concordo!

5) Quais são seus artistas gospel favoritos?

Como devem ter percebido, amo as músicas da Marcela Taís. Mas além dela também gosto muito de ouvir: The Afters, Building 429, Resgate, Morada, Preto no Branco, Newsboys e Dj Pv.

6) Utilize este tópico para acrescentar o que achar necessário sobre este assunto

Para todos aqueles que não gostam do gênero, ou que nunca ouviram, peço que dêem uma chance. Pois existe música gospel para todos os gostos. E o mais legal é que elas falam com a gente através de sua letra e melodia (assim como muitas músicas que não fazem parte desse segmento). 

-
Convido vocês a conhecerem mais de perto o trabalho da Jenni!

4 de jan de 2017

7 significados de letras do Bob Dylan


Bob Dylan ganhou muita repercussão em outubro de 2016 uma vez que foi escolhido pela banca sueca como ganhador do prêmio nobel de literatura desse ano “por ter criado novos modos de expressão poética no quadro da tradição da música americana”. Sua influência na música foi marcante e suas letras tem muito significado na história. Esta lista contém 7 letras desse grande artista, com significados muito mais profundos que não podem ser entendidos com apenas uma leitura superficial. É importante frisar que como se trata de interpretações de letras de música, não há uma verdade absoluta sobre os significados. Adoraríamos saber qual seu ponto de vista e sua interpretação das músicas apresentadas a seguir. 

1.       A Hard Rain's A-Gonna Fall

Escrita em 1962, é mais um exemplo de uma letra com conceitos religiosos. A letra é uma suposta conversa entre Deus e seu filho “blue-eyed”, Jesus. Como o próprio título sugere, algo de muito ruim e devastador está preste a acontecer, sendo consequência das maldades que os humanos fazem com a criação do Pai. Abusamos da vida e da criação de Deus. 

2.       All Along the Watchtower

É incrível como uma música que foi composta mais de 35 anos atrás ainda consegue fazer pessoas discutirem seu significado. All Along the Watchover é um bom exemplo disso. Uma das interpretações diz ao respeito do existencialismo do Eu-lírico. Como ele mostra uma questão de que no meio de todo caos que a vida é, o que é real e o que é existir? É uma bela canção com uma letra com estilo místico

3.       Bob Dylan's 115th Dream

Mais uma canção com uma alta qualidade, bem divertida e conta com estrutura bem linear. Parece uma historinha cantada. Uma crítica à cultura americana pode ser sutilmente encontrada em alguns trechos, já que pode ser definida como uma música surreal. “I think I'll call it america. I said as we hit land. ”, por exemplo, é uma parte que deixa claro uma sátira sobre o costume americano de contar vantagem em suas histórias. 

4.       It’s All Over Now, Baby Blue.

Uma música muito linda, que faz pensar ter emprego romântico. Porém, se verificarmos direito a emoção podemos ver um significado mais triste, quando pensamos que Baby-blue é uma pessoa (mais provavelmente uma mulher) que tomou decisões erradas na vida enquanto o Eu-lírico não pode fazer nada para voltar no tempo e “salvá-la”, nem continuar perto. Bob Dylan seria Baby Blue ou o eu-lírico? Claro que há outras interpretações que variam de assuntos diversos, como nazismo, por exemplo. 

5.       Gates of Eden.

A Música foi lançada em 1965, é um ótimo exemplo de um grande compositor. Contém trechos muito bons. A letra propõe uma crítica às imposições religiosas, que prometem um lugar no paraíso caso as pessoas se comportem de maneira que ela quer. Segundo trechos da canção, o que importa é a vontade de “Deus” , não o que a religião manda fazer, pois não sabemos o que realmente quer Deus e nunca saberemos. Segundo a música, não recebemos avisos dele. Isso explica, No sound ever comes from the gates of Eden”. 

6.       Outlaw Blues


Uma canção muito animada, com violão e gaita muito marcantes. É uma música apaixonante, feito por uma pessoa apaixonado por música. Uma homenagem ao estilo Blues e Rock’N’Blues, com certeza foi uma inspiração ao artista. Considerando que este é um estilo que não vende tão bem como antigamente, Bob Dylan se considerou um Fora da Lei da indústria fonográfica, por ainda compor esse gênero musical. Há menções nesta letra ao famoso fora da lei (outlaw) Jesse James – que também inspirou os nomes dos vilões da animação de TV, Pokemon.- e seu aliado, que o traiu e assassinou por dinheiro, Rebert Ford. O eu-lírico quer continuar como sua vida é, mesmo que para os outros seja algo inapropriado. Ele pode até parecer um cara que vai entregar tudo para uma vida mais tranquila e mais fácil (Robert Ford), mas na verdade ele quer continuar na estrada como antes. 

7.       Mr. Tambourine Man


Provavelmente a música mais conhecida do cantor, Mr. Tambourine man é sucesso até hoje. Apesar de algumas pessoas interpretarem essa música como referente a drogas e o vício do eu-lírico, há mais possibilidade de interpretação. Como por exemplo, Mr. Tambourine Man, pode ser apenas a velhice e a morte chegando. A canção não trata a morte como algo tão pesado. “Hey, Mr. Tambourine Man, play a song for meIn the jingle jangle morning I'll come following you” pode mostrar um certo aceitamento do eu-lírico com seu destino e que vale a pena seguir o caminho já que não restará mais nada de hoje amanhã.


Marionir Neto
 
COPYRIGHT(c) | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
LAYOUT E PROGRAMAÇÃO DESIGNINGDREAMS | PROGRAMAÇÃO POR DESIGNINGDREAMS.