4 de jan de 2014

Em busca de um sonho


Era uma vez, uma menina que se emocionava com a beleza dos sons e das palavras. Desde pequena gostava de inventar histórias, escrevê-las. Amava subir na cama, fingir que tocava um instrumento e fazia parte de uma banda. Até hoje ela canta às escondidas. Ela se sentia tão plena, feliz, em êxtase que queria que os outros se sentissem da mesma forma. Ninguém com aqueles sentimentos poderia ter raiva, cometer crimes. Ela sonhava alto, queria mudar o mundo, e acreditava que com música, prosa e poesia ela conseguiria. Entretanto, ela tinha um problema: o rubor em sua face e algo em seu psicológico a impedia de demonstrar pras pessoas quem ela era.

O tempo ia passando e ela se distanciou do que sempre sonhava, por timidez. Pode-se dizer que uma pitada de covardia também.

Na escola ela não conseguia tirar as dúvidas das matérias, pois não conseguia nem mesmo olhar nos olhos do professor. Vai que ele pergunta algo pra ela na frente de todos? Nem pensar. Os colegas naquela época a viam como uma gorda, esquisita, que vivia calada. Ela não tinha forças para se defender. As crianças conseguem ser muito más, os pré-adolescentes e adolescentes também. Tantas histórias falsas, tantas brincadeiras de mau gosto, ela nunca esqueceu. Ela nunca teve coragem de se abrir com ninguém com detalhes, as coisas ditas sobre ela foram mais fortes do que se pensa e a magoaram muito. Sempre que ela lembra das cenas dessa época uma lágrima escorre em seu rosto. Pra tristeza passar, só decorando músicas infantis que gostava. E cantar, mesmo com a voz falha.

Ela tinha amigos no prédio onde morava, e amigos que fizera no maternal. Já sabia da importância da amizade na vida das pessoas. Mais do que companheirismo, ter alguém que te goste verdadeiramente e queira o seu bem. Ela via tantos grupinhos de amigas na escola e queria se enturmar com algum. Aparentemente, com tantas zoações sobre ela, parecia algo impossível. Ela escreveu alguns versinhos nessa época mas deu um jeito de destruí-los antes de alguém ler e descobrir esse seu lado.

Lembro-me de uma manhã em que ela havia esquecido seu lanche, e como uma gordinha tímida que se preze ficou em desespero, porém em silêncio. Ela passava o recreio escondida, dessa vez estava numa escada perto da sala de multimeios que era afastado das quadras e do pátio. Perdida em seus devaneios, não percebeu que uma menina da sua sala havia se juntado a ela. Essa colega a ofereceu metade do seu lanche. No dia seguinte ela levou lanche em dobro para compartilharem juntas. Descobriram que gostavam dos mesmos desenhos animados e das mesmas brincadeiras. Mas se afastaram, depois de muito se divertirem, pois ficaram em salas diferentes e depois em escolas diferentes. Perderam contato por muito tempo.

Alguns anos depois, já não mais criança mas ainda não adulta, foi cativada pela amizade de outra pessoa. Esse ficou. Era uma amizade tão verdadeira que sua timidez dava lugar à diversão. Algumas poucas pessoas passaram a admirá-la ao conhecê-la melhor. Fez outra amizade para a vida toda. E ela voltou a ficar feliz. Tão feliz que compôs suas primeiras músicas. Aprendeu, bem pouco, alguns instrumentos como bateria, piano e violão. Mas ela não conseguia administrar isso. Perdeu o ano na escola. No ano seguinte, fez coisas que jamais acreditaria que pudesse fazer algum dia. Falou coisas que não devia. Perdeu amizades que poderiam ser boas e outras que foi melhor assim. Mas por outro lado fez novas amizades muito importantes na vida dela. As notas voltaram a ser um problema. Dessa vez, a melhor opção era mudar de escola.

E começou tudo de novo. Depois dessa mudança as notas iam bem,  só o convívio com as pessoas que não. Mas o tempo ia dar um jeitinho nisso. Pouquíssimas pessoas fizeram a diferença na vida dela nessa nova escola. Uma delas foi se tornando cada vez mais importante, o mais de todos, que tornou-se seu primeiro namorado. Ela voltou a cantar. E agora, com ele, tudo iria mudar pra melhor. Ele a apoiava e a recíproca era verdadeira. Eles comemoravam juntos cada vitória, e estavam juntos em cada momento difícil também. Ela ficou tão mal acostumada com tanto carinho e amor que hoje não consegue imaginar sua vida sem ele. Timidez era algo inexistente quando estavam um ao lado do outro. 

Passou a gostar e se destacar em química e biologia, mas como sempre ia muito mal em história. O que era estranho, pois ela amava filosofia, português e literatura. Ela queria mostrar para todos que ela era capaz. Ela queria que toda a família sentisse orgulho dela. Descobriu que era inteligente. No que ela se dispunha a fazer, com garra, ela alcançava seu objetivo. Devido à facilidade e gosto recente adquiridos por biológicas, optou prestar vestibular pra algo nessa área. Ela poderia fazer algo de muito útil para a sociedade e, quem sabe, fazer o mundo melhor de uma maneira... Diferente do que sonhava. Entrou para o curso de biomedicina. Espera, biomedicina?

Era sem dúvidas um curso lindo, mas ela ainda se sentia incompleta.

Ela tentava esconder, mas era impossível mascarar o amor que ela tinha pela música. Em todos os maus momentos de sua vida, quando não tinha amigos, a música era a única que estava lá pra ela. Quando não se cabia em felicidade, a música estava lá também. Não vamos esquecer seu amor por escrever, é claro. Era uma válvula de escape. Não que ela fosse boa em escrever ou em cantar, mas a fazia tão bem. Remete a ela seus tempos de criança sonhadora. Era como uma terapia. Ah, se ela tivesse a coragem de mostrar para os outros um pouco do que guarda para si. Talvez ela pudesse viver disso, parar de fingir quem não é. Esse teatro já não fazia mais sentido. Agora ela queria mostrar pra si mesma que era capaz de perseguir seus sonhos.

Um belo dia ela decidiu não ser mais covarde. Ela decidiu que queria ser a pessoa que ela sonhava em ser quando menina.

Aqui está ela, eu, depois de tomar uma decisão difícil de dar uma pausa no meu curso para correr atras de quem sou, sabendo que muitas críticas virão. Sei que não vai ser nada fácil.

Mas eu tenho um plano. De alguma forma sinto que estou finalmente no caminho certo.

30 comentários:

  1. Texto muito bem redigido. Fico admirada, não tenho coragem de me expressar tão profundamente pela internet.
    Parabéns. Beijos

    www.nathalyporai.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, Nat! Ele realmente foi feito de coração e com muito de mim. Senti que precisava colocar tudo isso pra fora, já estava me sufocando. hehe
      Adoro sua presença por aqui.
      Beijos!

      Excluir
  2. Muito bom! Que vc tenha sucesso, e principalmente que possa fazer o que gosta, esse é o melhor sucesso possível!
    Beijo
    Luise
    http://produzir.me

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lu, adorei saber que gostou. Muito obrigada pelas palavras de carinho e apoio, elas significam o mundo pra mim. Te desejo tudo em dobro, sua linda!
      Beijos

      Excluir
  3. oi gostei do se cantinho bjão!http://gabydasilvalima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii, fico muito feliz que tenha gostado :D
      Volte mais vezes!
      Beijos

      Excluir
  4. Gosto muito de textos e amei seu texto Parabéns

    ResponderExcluir
  5. Que texto maravilhoso! Nunca que conseguiria me expressar tão bem em um texto! 😍❤

    ResponderExcluir
  6. Que texto lindo, cheio de detalhes que me fazem adentrar na história *-* gosto de contos assim! É tão maravilhoso ler algo assim, pois nos inspira a não nos deixarmos levar pelo o que o mundo espera de nós, mas sim atender a nossas próprias expectativas e sonhos <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu! Fico muito feliz com seu comentário cheio de carinho ♥ ler palavras assim fazem meu dia bem melhor, muito obrigada por isso!

      Excluir
  7. MEOOOO DEUZOO que texto maravilhoso esse Ju! As vezes eu começo a escrever as coisas e tentar me expressar legal, mas acabo deixando a parada meio sem sentido e acabo nem postando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, que lindooooooo esse seu comentário, me fez abrir um sorrisão ♥ ah, escrita é questão de treino e eu mesma tenho muito a aprender ainda. Escrever, postar aqui e ler os feedbacks me ajudam demais!
      Tô muito feliz com a sua presença aqui, volta mais vezes que será um prazer enorme!
      Beijos

      Excluir
  8. Texto lindo! Sim, nossa alma vai se perdendo aos poucos se não fazemos o que gostamos e não buscamos nossos sonhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, nossos sonhos são o que nos move, né? Muito obrigada pela visita e comentário ♥
      Volte mais vezes, tá?
      Beijos

      Excluir
  9. QUE HISTÓRIA INCRÍVEL!
    Tô maravilhada na forma como você discorreu uma linha do tempo inteira em cada parágrafo. Um texto muito bem escrito, cheio de sentimento. Sério, eu me identifiquei demais. Com certeza você era a minha melhor amiguinha perdida, porque eu me sentia do mesmo jeitinho. Haha
    Lindo ♥

    www.ultimobiscoito.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai, vem cá Nay ♥ ahuhauhaa eu ia amar passar o recreio com você, tudo que eu precisava naquela época era de amigos! Fiquei muito feliz com seu cometário, de coração Muito amor!
      Beijos

      Excluir
  10. Uaaau, você escreve muito bem!! Parabéns!
    Seu texto está muito lindo, muito profundo. Amei!
    Continue assim que você tem futuro.

    Grande beijo!
    www.blogdademarque.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Amanda!
      Muito obrigada pelo comentário, carinho e leitura ♥ Fico muito feliz com a sua presença aqui.
      Beijos!

      Excluir
  11. Texto lindo! Foi um ótimo jeito de começar seu blog❤❤❤

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada ♥ Esse texto tem um significado enorme pra mim!

      Excluir
  12. Oi Julie, tudo bem? É bem difícil abrir mão de um caminho e seguir outro sem ter certeza que dará tudo certo. No começo parece que tudo está envolto em neblina, não conseguimos perceber a estrada... mas se arriscar é isso, abrir mão de algo por aquilo que amamos e temos certeza que é o certo para a nossa vida. Acredito que com o tempo, quando as pessoas perceberem que realmente estamos fazendo o bem elas comecem a nos apoiar e torcer por nós. Sucesso pra você! Beijos, Érika ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Érika ♥ tudo bom e com você? Realmente, dá um frio na barriga e definitivamente não foi uma decisão fácil. Mas quando a gente faz com amor, a incerteza não impede de seguir o objetivo! Amei seu comentário, muito obrigada mesmo pelo carinho e por agregar ao post, fiquei muito grata pela sua presença aqui! De verdade :)
      Beijos

      Excluir
  13. QUE TEXTO INCRIVEL!!!
    me identifiquei muito com sua história, sempre fui muito tímida, quietinha no meu canto, poucos amigos, não tirava minhas dúvidas com o professor com medo do que iam pensar ou do que ele iria perguntar e fui levando isso por muito tempo. Ainda sou muito tímida e ainda é muito dificil pra mim certas coisas, mas sei que vai dar tudo certo. Te desejo todo sucesso do mundo, faça sempre o que você ama, não desista! ainda ouvirei muito o seu nome. <3
    Beijoss
    www.sandyhelena.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sandy, amo sua presença aqui ♥ Que comentário lindo, tô até sem palavras pra respondê-lo! Muito obrigada, de coração. Dá um sentimento bom de amparo encontrar alguém com vivências semelhantes. Muito obrigada pela positividade e carinho sou muito grata!!
      Beijos

      Excluir
  14. QUE TEXTO LINDO ELE ME FEZ ME INSPIRAR,AS VEZES NÃO PARAMOS PARA SE IMAGINAR NO TEXTO EU CONSEGUI! AMEI

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada ♥ fico muito feliz em ler seu comentário, é uma honra inspirar alguém!

      Excluir
  15. Que texto incrível, super bem redigido. Me senti em seu lugar em muitos momentos, também sofri bullyng na escola, e isso em muito momentos fez com que eu deixasse meus sonhos e planos de lado mas chegou um momento em que decidi dar um basta nisso, parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lary!
      Muito obrigada pelo comentário, fiquei muito feliz! Definitivamente é uma fase que me trouxe muita dor, mas fez parte da minha vida e o que podemos é extrair aprendizado com isso. Realmente não é fácil.
      Muito obrigada pela visita!
      Beijos

      Excluir

 
COPYRIGHT(c) | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
LAYOUT E PROGRAMAÇÃO DESIGNINGDREAMS | PROGRAMAÇÃO POR DESIGNINGDREAMS.