10 de mar de 2014

Ouvido Absoluto

Ouvido absoluto é a capacidade de distinguir notas sem o uso de referências anteriores. E não estamos falando apenas de música, e sim de qualquer som que nos cerca. O documentário abaixo aborda o tema de maneira interessante e a produção desse trabalho me impressionou muito. Estão de parabéns!




Encontrei informações interessantes sobre o assunto e gostaria de compartilhar com vocês.

Estudos científicos:
Fisicamente e funcionalmente, o sistema auditivo de um ouvinte absoluto não parece ser mensuravelmente diferente de um não-absoluto. Pelo contrário, "A percepção do ouvido absoluto não é dependente de um tipo especial de ouvido; reflete uma habilidade especial para analisar informações de frequência, presumivelmente envolvendo processamento cortical de alto nível. " Ouvido absoluto é um ato de cognição, necessitando memória da frequência, um símbolo para a frequência (como" B-flat "), e da exposição para o alcance do som envolvidos por esse símbolo categórico. Ouvido absoluto pode ser diretamente análogo ao reconhecer cores, fonemas (sons da fala) ou outra percepção de estímulos sensoriais categórica. Mesmo que a maioria das pessoas já aprenderam a reconhecer e nomear a cor azul pela sua frequência, é possível que aqueles que tiveram (por volta das idades de 3 e 6) uma significativa exposição aos nomes dos tons musicais identifiquem , por exemplo, um C3 (Dó central). No entanto, pode ser genético, possivelmente traço genético autossômico dominante, ainda que "poderia ser nada mais que uma capacidade humana geral cuja expressão é fortemente distorcida pelo nível e tipo de exposição à música que as pessoas experimentam em uma determinada cultura.
Influência da experiência musical
O sentido do ouvido absoluto parece ser influenciado pela exposição cultural à música, especialmente na familiarização da igual-temperada escala de Dó maior. A maioria dos ouvintes absolutos que foram testados a este respeito, identificou os principais tons da escala de Dó maior mais fiavelmente e, com exceção do Si, mais rapidamente do que os cinco tons sustenidos, o que corresponde à maior prevalência destes tons em simples experiências musicais. Um estudo alemão de não-músicos também demonstrou um viés por usar os tons da escala de Dó maior em um discurso comum, especialmente em sílabas relacionadas com a ênfase.
Percepção
Embora o ouvido absoluto se radica na capacidade de perceber e identificar a cor do tom - onde a cor é uma interpretação psicológica de uma frequência vibratória fundamental, ouvido absoluto não é uma capacidade aumentada para perceber e discriminar gradações de frequências sonoras, mas sim a capacidade de categorizar mentalmente sons em áreas de altura predefinidas. O senso de audição de um ouvinte absoluto é mais preparado do que a de um não absoluto (normal); além disso, as tarefas de identificação (reconhecer e nomear uma nota) e de discriminação (detectar mudanças ou diferenças nas taxas de vibração) são realizados com diferentes mecanismos cerebrais.
Problemas potenciais
Pessoas com ouvido absoluto se sentem irritados quando uma peça musical é transposta para outro tom ou tocada em um padrão diferente. Músicos com ouvido absoluto podem falhar com relação a desenvolver as habilidades de um ouvido relativo quando seguindo os currículos de padrão persistindo em vez de um hábito de música conceptualizadora como uma sequência de tons absolutos. Assim, acham difícil transpor ou tocar um instrumento transpositor. Possuidores de ouvido absoluto também são conhecidos por acharem difícil tocar com uma orquestra que esteja afinada fora do padrão original (A4=440 hertz.) (WIKIPÉDIA)

Estou em busca de alguns artigos científicos interessantes para responder algumas das minhas perguntas e me instigar com outras. É bem provável que saiam vários outros posts sobre o ouvido absoluto por aqui. Segue o link abaixo de um artigo que li e gostei:

O Ouvido Absoluto: bases neurocognitivas e perspectivas

Caso você saiba mais sobre o assunto abordado hoje, comente ou entre em contato comigo, ficarei muito feliz em aprender.

8 comentários:

  1. Respostas
    1. Oi Thalita!
      Fico muito feliz que gostou :)
      Adorei sua visita!
      Beijos

      Excluir
  2. Oiii Julie !
    Primeiro de tudo, muitíssimo obrigada por suas palavras la no meu cantinho. Fiquei tããããão feliz por saber de tudo isso !!! São esses comentários que me fazem não desistir e continuar com o blog.
    Pode ter certeza que você será sempre bem vinda por lá. E muitoooo obrigada por colocar meu blog nos blogs amigos *-*
    Vou acompanhar seu blog, ja curti sua page, ja te segui no instagram tbm.
    Sobre seu post, MENINAAA que incrível !!! Não sabia de nada disso ! Eu amo conteúdos assim em blog, é uma forma de aprender !
    Bom, por hoje é isso, mas voltarei mais vezes com certeza tá?! Mil beijos e uma ótima noite para você ♥

    www.garotaurbana.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Paula :D
      Tudo que eu falei é verdade, e não desista mesmo pois seu blog está realmente lindo! Muito obrigada por todo o carinho e atenção. Fico muito feliz em saber que gostou do post! Super interessante né? Estou estudando sobre o assunto e ficando cada vez mais fascinada.
      Volte mesmo!! Você também sempre será bem vinda aqui, sempre adoro suas visitas
      Beijos! ;)

      Excluir
  3. Bem diferente e interessante o post.
    Gostei!!
    BJos
    Line
    http://www.viciodemenina.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei saber que gostou :)
      isso me motiva a continuar!
      Beijos

      Excluir
  4. Meu ex namorado, tocava TODOs os instrumentos de ouvido!! Era incrível! Ele fez aula de bateria dos 8 aos 10 anos, e o resto, aprendeu tudo sozinho, guitarra, baixo, até gaita!! haahhaha
    Adorei o blog!!
    Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que incrível !

      Eu também fiz aulas de bateria, um dia minha amiga chegou no final de uma aula e começou a tocar perfeitamente a música que eu fiquei horas pra aprender. E detalhe, ela nunca havia tocado uma batera antes. Ela também é dessas que qualquer instrumento que cai nas mãos dela é tocado maravilhosamente bem. Resta pra nós, meros mortais sem ouvido absoluto, treinar, treinar e treinar mais um pouco. Mas nunca desistir nem subestimar nosso trabalho!

      Fico muito feliz em saber que gostou, será sempre bem vinda por aqui ;)
      Beijos

      Excluir

 
COPYRIGHT(c) | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
LAYOUT E PROGRAMAÇÃO DESIGNINGDREAMS | PROGRAMAÇÃO POR DESIGNINGDREAMS.