25 de mai de 2017

Música e Empreendedorismo

Quando eu digo que o amor à música me motivou a escolher o curso de administração, muita gente não entende a relação que estabeleci com estas duas áreas. Muitas vezes não entendem nem quando digo que tenho um blog sobre música e tenho a intenção de gerencia-lo com mais profissionalismo.

Por quê não escolhi fazer Publicidade e Propaganda? Ou Jornalismo? Iriam me ajudar com o blog também e são cursos que despertam o meu interesse, não vou mentir. Quem sabe um dia... Mas no momento, a administração está ganhando minha admiração a cada dia, e percebo o tanto que ela tem me proporcionado uma visão de mercado muito mais abrangente que eu posso inclusive levar para o lado da indústria musical.

Música é algo que estimula o empreendedorismo, algo importantíssimo na vida de administradores.

A música envolve a alma e trabalho duro para atingir um resultado satisfatório. É necessário ter criatividade, autodisciplina, atenção aos detalhes, saber lidar com riscos, saber improvisar, trabalhar em equipe com cooperatividade e capacidade de assimilar bem as críticas (que sempre virão). Músicos detestam zona de conforto e previsibilidade. 

Outro aspecto essencial da personalidade de músicos é aceitar falhas. Ou vocês acham que músicos nascem já tocando a Nona Sinfonia de Beethoven com perfeição? Até chegar num nível razoável, tem uma fase de desafinação e erros constantes, mas é justamente a superação desta fase que vai mostrar se a pessoa tem capacidade para de fato ser músico. É preciso ter a consciência de que somos humanos passíveis de erros, saber identificá-los para enfim evoluir. Tenha certeza: não é fácil, mas totalmente possível, principalmente se feito com amor e determinação.

Quando ouvimos alguma música pronta que gostamos, é algo belíssimo que nos faz bem em diversos aspectos. Porém, até chegar neste estágio teve muito trabalho duro por trás.

Da mesma forma, quando vemos uma empresa bem sucedida do lado de fora, pode ter certeza que o trabalho lá dentro é àrduo. Vamos fazer uma relação com startups: geralmente são empresas em ascenção e ligadas à tecnologia, com uma cultura interna que foge do tradicional, ambientes de trabalho que incentivam a criatividade e sem pressão com vestimentas muito formais. Inclusive, as mesas de trabalho não costumam ter divisão para incentivar as trocas de informações entre os empregados. Parece lindo né? Mas o trabalho não é pouca coisa. Tem prazos, metas e cobranças. Tem que saber lidar com basicamente, tudo o que um músico também tem que lidar: aprender conviver com desafios, falhas, imprevistos, saber improvisar, sair da zona de conforto e trabalhar em equipe.

Música e as artes em geral, são de extrema importância para instigar todas as características apontadas acima que são um diferencial para o mercado de trabalho, além de trazer à tona o lado mais humano e sensível das pessoas.

14 comentários:

  1. Nunca tinha ponderado que existiriam uma ligação entre a música e o empreendedorismo, mas quando falas sobre empresas em que não há divisões entre os funcionários assumo logo que seriam pessoas mais descontraídas e que talvez nesse ambiente de trabalho até fosse possível passar música para aumentar a produtividade.
    Beijinhos,

    A Maiazita

    ResponderExcluir
  2. Bem interessante a sua colocação. Nunca tinha visto a música por esse ângulo apesar de perceber nesse exato momento como a música nos influencia na hora de fazer um certo trabalho, projeto, parece que flui mais e produzimos mais.

    Adorei a reflexão !

    O Mundo de Eulália

    ResponderExcluir
  3. Que texto cheio de conteúdo! Gostei muito da sua relação entre a música e o empreendedorismo. Já vi uma monografia que fizeram sobre uma empresa de música, e a pessoa fez algumas colocações parecidas com a sua, sobre a influência da música nos negócios. Beijo ♥

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha pensado em uma relação entre música e administração, mas achei muito bacana os pontos que você levantou. A primeira vez que tentei vestibular foi para administração mas ainda bem que não passei, hahah Eu até gosto de certas partes da área mas não seria pra mim...
    Ótimo post, beijo!

    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  5. Eu praticamente sou movida a música hahaha
    Acordo e já ligo o media e o dia todo praticamente ouvindo. Música é vida 🤗

    ResponderExcluir
  6. Seu post ficou muito bom. E você está certa mesmo, música ou algum tipo de arte são essenciais para ter criatividade e se sair bem nas profissões etc.

    ResponderExcluir
  7. Eu amo música. Elas me fazer enxergar algumas situações de formas diferentes. Isso só faz eu me encantar cada vez mais.

    ResponderExcluir
  8. Gostei muito da relação que você fez entre ambos, é bem legal poder elevar nossos conhecimentos unindo coisas que gostamos e nos identificamos. Realmente quando algo está indo muito bem, com toda certeza os envolvidos estão trabalhando duro pra isso! O que vem fácil, vai fácil. Ótimo post! Beijocas! ♥

    Sorriso Jovem

    ResponderExcluir
  9. Amei o post! Acho que em geral as pessoas não param muito pra pensar no caminho que foi percorrido até chegar naquela musica que amamos e essa relação que você fez com as empresas foi perfeita! Parabéns pela reflexão, essa comparação que você fez ficou ótima! ❤️

    ResponderExcluir
  10. Essa sua postagem está excelente, com um conteúdo ótimo hein.. Eu amo escutar música, prefiro ouvir rádio do que assistir tv e a música nos inspira, nos faz sermos mais fortes. Acho ótimo ouvir música no trabalho, me deixa ate mais alegre.

    ResponderExcluir
  11. Gostei muito do seu ponto de vista! E eu faço faculdade de música e já falei várias vezes sobre isso ... Falta no curso principalmente aqui no Brasil, matérias e discussões sobre música e empreendedorismo! Um olhar crítico sobre isso sabe? Deveríamos sair da faculdade com esse olhar e experiência ! Mas infelizmente não é a realidade aqui nas faculdades de música no Brasil. Já vi cursos nos EUA, por exemplo, que eles trabalham essa questão com os alunos, então eles já saem muito mais bem preparados para o mercado de trabalho. É essencial.Mas tenho fé que isso pode vir a mudar. Quem sabe não faço então uma especialização nessa área quando eu terminar a facul esse ano haha muito inspirador o seu post. Adorei o seu blog <3
    Ps: Adorei a parte do "Ou vocês acham que músicos nascem já tocando a Nona Sinfonia de Beethoven com perfeição?" hahah muitos pensam isso sim, que nasce de uma hora para outra rs eu faço bacharelado em piano e olha, haja paciência. Porque né, a gente estuda e estuda um trecho um bilhão de vezes e quando vai apresentar, nem assim está bom rs Como você também é musicista sei que vai me entender haha
    beijinhos

    www.soltavoz.com

    ResponderExcluir
  12. Oie, tudo bem? Não sabia que você também estudava Administração, que interessante já estou quase me formando. Nunca tinha parado para analisar dessa forma como você mostrou no post. Realmente o trabalho que é compor uma música, escolher as notas, a melodia, o estilo, criar a ambientação do clipe, são processos que dão muito trabalho e podem ser comparados com aqueles que vemos dentro das empresas. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderExcluir
  13. Eu já tinha assistido o vídeo no seu canal outro dia e fiquei surpresa de ver como música tem tudo a ver com empreendedorismo. Sempre que passo aqui ou no canal aprendo um pouco mais sobre o mundo da música

    ResponderExcluir
  14. Sim, guria! Super entendo! Meu namorado e sua banda estão produzindo suas músicas agora e estão há mais de ano com isso. Tem muito trabalho a ser feito! E sim, muitas das inspirações que eu já tive, coisas que criei, tiveram ajuda de um soundtrack instigador <3

    ResponderExcluir

 
COPYRIGHT(c) | TODOS OS DIREITOS RESERVADOS
LAYOUT E PROGRAMAÇÃO DESIGNINGDREAMS | PROGRAMAÇÃO POR DESIGNINGDREAMS.